Quem Sou Eu?!?

No outro dia, vindo do nada, perguntaram-me: “Quem és tu?”
Aquilo bateu-me assim tipo bomba, acho que a minha expressão ficou claramente alterada. Chiça, quem sou eu? O que é que eu respondo a isto? Sou o Bruno? Ou Bruno é só o nome que me deram? Sim, OK! Mas quem é o ser que usa esse nome, quem é ele MESMO?

Bem, quando não temos nada de prático a atazanar-nos a vida, a preocupação passa a ser existencial. E para mim pouco importa de onde vim e confesso que pouco me importa para onde vou (afinal, o caminho faz-se a andar, certo?), mas quem sou, uiiiiiii, isso é crucial descobrir!

Eu respondi: “Eu sou o que eu gosto”. E continuei:

Sou a minha comida preferida, os filmes que curto, os amigos que escolhi, as roupas que visto, a estação do ano preferida, o desporto, as cidades que me encantam, os rabiscos que desenho na minha agenda, os sorrisos que dou, o mau feitio que tenho.

Eu sou Outono e ligeiramente Primavera. Sou estações transitórias. Sou luz e sombra. Mestre e Aluno.

Sou Ben Harper, Leonard Peltier, Dostoievsky, Whitman, Sebastião Salgado e Subcomandante Marcos. Sou Saramago. Sou Daniel Quinn. Sou Chico Mendes. Sou Meryl Streep, Rosa Parks, Aang Sang Sui Ky, Ramona Africa e Cassia Eller. Sou a Maria e o Manuel. Sou tudo o que vivi e tudo em que me tornei.

Sou os alimentos que levaria para uma ilha deserta, mas não sou só essa ilha deserta, OK? Sou também aquela metrópole acizentada e movimentada.

Sou azedo. Sou doce, sou açaí e goji. Sou fruta doce e sou limão. Sou açúcar e sou amargo também. Da comida Vegan de que me alimento num churrasco de Seitan , sou o pão com alho. Sou tomate cherry temperado com azeite e acompanhado com tostas de humous.

Sou livros. Discos. Dicionários. Guias de viagem. Revistas e Jornais. Sou mapas. Sou Internet. Já fui muito televisão, hoje só documentários. Sou Rádio. Sou Rock. Hardcore. Mantras. Cinema. Teatro. Sou encontrões na rua, olhares atentos, apontar dedos, causador de dores e receptor de coisas boas. Sou aquele deitado no chão a recuperar forças para reagir. Sou sózinho e sou acompanhado. Sou só mas não solitário. Sou cheio de gente e sou um caso de descrença. Sou aquele que procuram quando precisam de força e sou aquele cuja força serve mais para os outros que para mim. Sou isto tudo. Sou inspiração e desilusão.

Sou azul escuro. Sou colorido. Sou cabelo liso (mas branco!) e curtinho! Sou calças de ganga e tennis de Skate. Sou ar condicionado que funciona no frio e no calor. Sou avião. Sou metro. Sou bicicleta. Sou a pé. Chiça, sou Skate até ao tutano!

Sou tapetes e panos. Sou molduras e fotos! Sou perfumes e velas! Estátuas e T-shirts (às centenas!). Não sou musculação, mas finjo que sou quando vou à praia. Sou mar e também areia. Sou sol e lua, lua cheia e quarto crescente. Sou Lisboa e Rio de Janeiro. Sou Varsóvia e Austrália (mesmo nunca lá tendo estado).

Sou mais cama do que mesa, mais dia do que noite, mais salgado mas também mais doce, mais música do que silêncio, mais pizza do que banquete, mais sumo do que Água. Sou fraquinho e também sou duro. Sou cara lavada mas barba por fazer. Sou bonito e feio. Jovem e Velho. Alinhado e Desalinhado.

Mas mais importante que tudo, sou eu mesmo, só não sou sempre o mesmo.

“Agora é a tua vez de responderes.”

Bruno Piairo Teixeira

One Response to “Quem Sou Eu?!?”

  1. Pois que esta terá resposta.
    Só hoje li e gostei muito, também eu cada vez mais me tenho conhecido para poder responder a essa pergunta, mas irei passar a vida à procura da resposta final. Acho que essa tb não existe mesmo, pois na nossa caminhada estamos sempre a evoluir, a pôr a tirar, a juntar, nunca acaba.
    Essa tua frase para mim diz quase tudo: “eu sou aquilo que gosto”…e que não gosto,claro. Mas no fundo acho que todos temos muita coisa em comum, mais q não seja o q eu gosto alguém não gostará e vice versa, mas conhecemos, sabemos, vivemos. Cada vez mais vejo, sinto e acredito que somos o que fazemos, o que sentimos, o que experimentamos, onde estamos….
    Estou a viver tantas coisas novas, estou beber cada segundo, todos os dias penso na decisão que tomei e q bem q me fez. Que isolada estava. Que perdida, desanimada e adormecida. Este abanão aparece na melhor altura, e de uma forma suave e meiga, calorosa e inesperada. Estava escrito meu amigo, e isso não nego! Estou no começo mas já vi e senti tanto que daqui a um tempo será mais fácil ainda ter uma ideia concreta de quem sou, e quem até o posso dizer numa frase.
    Um beijo grande e obrigada por me continuares a inspirar.
    X

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: