Vais Percorrer esse Caminho Sózinho, mas Nunca Desamparado.

Se pensas que estás só, acredita, até podes estar, mas apenas nesse caminho que tens de percorrer porque tu e mais ninguém a não ser tu o pode percorrer por ti. E a verdade é que vais percorrer esse caminho sózinho, mas nunca desamparado…lembra-te disso!

Pergunta-te, sem medo do que possa ser a resposta: Quais são as tuas fraquezas? Quando souberes, analisa-as, digere-as, transforma-as, comunica-as para ti. É natural sentires medo, mas o medo só desaparece quando o enfrentares. Por trás do teu medo reside também o teu maior crescimento.

Eu era pessoa com medos, imensos, uns foram-se, outros alguns ainda cá andam, mas enquanto não os enfrentar e disciplinar-me que eu quero ultrapassar esses medos porque quero crescer, de nada adiantará fugir. Fugir é para cobardes, é ser-se tacanho, pouco ambicioso com o encontro do tesouro mais valioso que tens: a tua vida e o ser que habita dentro de ti.

Passava o meu tempo preocupado com coisas que as pessoas me fizeram. Exacerbava as proporções do que realmente acontecera. Pensava em vingar-me e em fazer com que essas pessoas pagassem pela dôr que me tinham infligido. Era uma maneira muito tacanha de viver a vida.

Sempre procuramos quem terá tido a culpa…e as pessoas só valorizam quem tu és e o que foste ou és para elas quando passam por uma situação semelhante à tua mas com outras personagens. Até lá, de nada adianta cercares-te do que é bom ou mau, certo ou errado. A vida e não tu encarregar-se-á de dar as devidas lições a todos os seus alunos.

O teu Karma dá-te lições todos os dias. És aluno repetente porque não aprendeste as lições à primeira e até que as aprendas elas irão sempre regressar para ti. Pensas que o pior é as pessoas não terem a noção do mal que te fizeram? Até pode ser porque de facto, todas as acções têm consequências nos outros. Causam embaraço, dôr, angústia, questões, preocupações e mais um milhão de coisas. A verdade é, antes de ires para a calmaria, prepara-te para lidares com essa camada de revolta, questões, raivas e desilusões. Mas depois da tempestade vem a bonança. Não tarda o Verão está aí e tudo não passará de uma lembrança longínqua. Pelo menos arriscaste e pior que não arriscares era ficares para sempre na dúvida se daria certo. Não te anules mais ao ponto de deixares de te reconhecer. Espero que não reproves da próxima vez. Boa sorte. Vais percorrer esse caminho sózinho, mas nunca desamparado…lembra-te disso!

Foi isto que o meu amigo me disse.

Bruno Piairo Teixeira

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: