Esperar dos Outros. Mas os Outros Também Esperam de Nós

É natural teres expectativas. Acerca de tudo. O “truque” é não ter, mas esse “truque” é extremamente difícil. Parece que ter expectativas é como necessitares de ar nos teus pulmões.

As expectativas que gostaria de escrever aqui são aquelas que estão directamente ligadas às pessoas. Ao que as pessoas esperam ou não esperam de ti. E ao que tu esperas ou não esperas delas.

Primeiro que tudo, quero deixar claro. Eu não sou excepção. Tal como tu, espero coisas das pessoas e não espero determinadas coisas das pessoas. Mas nem sempre as coisas correm como desejamos. Para tudo. Umas vezes as pessoas correspondem, outras vezes não. Uma vez nós correspondemos, outras vezes não. É assim que isto se processa. Tipo jogo, eu espero receber porque afinal eu também dei. Repetindo, isto passa-se com quase toda a gente, para não arriscar dizer que se passa mesmo com toda a gente.

A verdade é que, de uma forma ou de outra, esperarem algo de ti coloca-te pressão. Pressão porque ficas limitado nas tuas atitudes e não podes simplesmente fazer o que queres, por mais genuíno que sejas. Estás limitado. Ao que os outros esperam de ti e ao que tu achas que os outros esperam de ti. Dou-te um exemplo: Usamos frequentemente “sempre que precisares, estarei lá para ti!”. Bem, não é bem assim. Quando às vezes precisamos ou precisam de nós, nem sempre é possível estarmos lá. Ou porque estamos com problemas, ou não estamos suficientemente bem para podermos ouvir e aconselhar genuinamente. Outras vezes porque não nos apetece. Por mais duro e frio que isto possa ser, eu sei que já sentiste isto nem que seja uma vez na vida. E não se trata de seres um bom amigo ou não. Mas se não estamos, desiludimos porque esperavam isso de nós. Se vamos, mesmo sem vontade, limitamo-nos, porque afinal, nós dissemos que estaríamos lá. E para não irmos contra nós mesmos acerca do que prometemos, vamos fazer o nosso papel. É natural que isto até nos faça confusão, irmos ter com alguém que é noss@ amig@ e irmos por vezes como que fazer um “frete”, não devia ser assim. Mas vá, tu sabes que é, nem sempre tens vontade e tempo. Mas vais. Vais porque achas que és um Super-Homem ou uma Super-Mulher e achas que podes fazer tudo, mesmo que isso até possa fazer com que te esqueças de ti.

Soa-te familiar o que escrevi acima? Espero que sim porque não gostaria de sentir que sou o único com este “dilema”.

A questão essencial é que ter ideias pré-concebidas sobre quem e como algumas pessoas podem ou não reagir às situações que se lhes apresentam ou acerca do que tu esperas delas ou elas de ti pode ser perigoso. Se tens expectativas e ela não veio ao teu encontro, garanto-te, é sempre um problema teu. Ou meu quando é comigo. Eu é que esperei, quem mandou? Porque as pessoas têm falhas e têm vontades e acções que por si só já são condicionadas pelo dia a dia e pela vida que levam. É natural que muitas vezes ajam de forma inesperada ao que esperaste delas. Se reparares bem, esse é um problema teu, foste tu que esperaste. Lembra-te disso.

E não dês nada à espera que te dêem de volta. Dar à espera de receber não é dar, é negociar, e as pessoas apercebem-se disso.

Bruno Piairo Teixeira

2 Responses to “Esperar dos Outros. Mas os Outros Também Esperam de Nós”

  1. Bruno, meu querido bruno (que eu lembro tantas vezes só porque sim). Foi bom encontrar-te aqui e reconhecer-te nas palavras. Apesar da distância(?) lembro-te tantas, tantas vezes de ti. Beijo e abraço forte.

    • indefenseofreality Says:

      Oh Neuzinha, fiquei hiper feliz de me teres ligado! Muito obrigado minha querida! Temos de combinar um café para colocar anos de conversa em dia!
      Muitos beijos!

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: