Ray Cappo

Jamais me poderei queixar da vida que levei até hoje. Se o faço é por pura ingratidão e quem me dera estar calado cada vez que me queixo.

Quando me lembro das pessoas com quem tive o prazer de me cruzar na minha vida, só posso dizer que me sinto uma das pessoas mais abençoadas deste planeta.

Gostaria de dar a conhecer que, de entre muitas pessoas que me inspiraram ao vivo, em livros ou na Internet, tive o prazer de conhecer pessoalmente Ray Cappo. O Ray foi vocalista de algumas das melhores bandas underground americanas da época de 80-90. Entre elas está uma banda que me inspirou de uma forma inimaginável. A banda chamava-se Shelter. Nada mais foi o mesmo depois de Shelter. A viagem que fiz dentro de mim ainda dura e será uma busca até ao final dos meus dias.

Tive o prazer de, numa mini-Tour, ser condutor de uma carrinha em 1998 com uma das bandas do Ray, Better Than A Thousand. Não, não é egocêntrico o nome e nem os seus elementos, é apenas uma questão de que é preferível qualidade do que quantidade. Mais vale uma pessoa verdadeira e com qualidades genuínas de bons valores do que 1000 desprovidas de qualquer sentido desta vida temporária. A viagem que fiz de Madrid quando o fui buscar e os restantes 4 dias passados em terras lusas, de Castelo Branco a Faro e Lisboa, está presente na minha memória como se fosse ontem.

O Ray é um ícone, um “clássico”. Não, não um Deus, nada de mestres, de adorações. Era e é apenas uma pessoa que admiro por tudo o que conseguiu e pelas mensagens que conseguiu transmitir em 17 anos de música com mensagem político espiritual. Era bom poder estar com uma pessoa que tantas vezes sem saber, me ajudou. Ultimamente, voltou a ajudar-me sem falar comigo. Ele na Califórnia, na sua escola de Yoga e eu aqui em Portugal. É engraçado como alguém pode ser um comprimido que te tira uma qualquer dôr que sintas, que sirva de bengala ou apoio sem sequer saber disso.  Ele e Shelter sempre foram uma ajuda insana para mim. Sempre. Sempre recorri às letras escritas pelo Ray para olhar para dentro, para me lembrar de tanta coisa que me vou esquecendo. E sempre que preciso de aprender algumas lições pelas peripécias que a vida nos arranja, toca um CD de Shelter. As mensagens de humildade, de como o orgulho é uma teia que nos prende e nos torna pequenos, das pequenas vozes que temos dentro de nós a dizer-nos que não vamos conseguir, do tempo que não pára, de quem somos hoje e em quem nos queremos tornar, da impermanência brutal que a vida é,  que é sempre preciso sermos flexíveis para não quebrarmos, são alguns dos temas escritos inteligentemente e que colocam o “dedo na ferida”. Para mim são uma inspiração e uma ajuda especial em momentos de alguma melancolia ou tristeza, ou até mesmo quando confundo estar deprimido com estar distraído.

O Ray continua, sempre a fazer o que quis, vivendo a sua vida e não se importando com o que as pessoas pensam dele. É uma das pessoas mais verdadeiras que conheci. Ele vive a sua vida sem ter de dar qualquer satisfação a ninguém, sem ter de manter uma “imagem”. é um verdadeiro “True ‘Till Death”. Como ele dizia “In the public eye, you’re always on stage, they magnify your every move…“. Por vezes, os meus remédios são doses de Shelter 2 vezes ao dia, de manhã e à noite. E vou melhorando mesmo com alguns dias mais difíceis do que outros, reflectindo, lembrando-me do que está sempre ali, mas que vai caindo no esquecimento, exactamente por estar sempre ali, tornou-se comum. Mas graças ao Ray e a Shelter, tenho-me lembrado que há coisas que não se devem esquecer. Afinal, a vida muda-nos as perguntas todos os dias.

Ray Cappo

Greater Plan por Shelter

My fuel’s on E
But inside there’s a shred of hope, disharmony
Hung myself with my own rope
At each milestone I look back over my shoulder and move forward, is there a guarantee?
Things get stale
And yes, I feel uncomfortable, feels like I failed when every step’s a climb uphill
I reach out my hand, where is that friend?
But there’s a greater picture I can’t see

Hollow inside
Yes, it’s understandable
Confused besides, looking to become fulfilled
Making wrong turnes, getting myself burned
(Wrong turnes)
But I know that I’m getting taught along the way

See the rain, it falls again but we just stay inside but todays rain makes tomorrow come alive
And problems come but they’re soon gone, inside I understand cause in my heart I know there’s a greater plan, there’s a greater plan
A greater plan

And things get stale
And yes, I feel uncomfortable, feels like I failed when every step’s a climb uphill
Reach out my hand, where is that friend?
(My hand)
But there’s a greater picture I can’t see

I see the rain, it falls again but we just stay inside but todays rain makes tomorrow come alive
And problems come but they’re soon gone, inside I understand cause in my heart I know there’s a greater plan, there’s a greater plan
A greater plan

See the rain, it falls again but we just stay inside but todays rain makes tomorrow come alive
And problems come but they’re soon gone, inside I understand cause in my heart I know there’s a greater plan, there’s a greater plan

2 Responses to “Ray Cappo”

  1. André Silva Says:

    Olá Bruno encontrei por acaso o teu texto sobre o Ray e ao ler encontrei-me a mim mesmo. Fiquei comovido pois partilho das tuas visões… O ray foi para mim a educação que não tive em mais lado nenhum e saber que continuas activo com as tuas visões dá-me esperanças que um dia eu saía desta toca e encontre a coragem de fazer alguma coisa… Como vai os Arm The Spirit? Um grande abraço😉

    • indefenseofreality Says:

      Vamos indo, meio parados, não à velocidade que eu queria mas isto anda sempre um pouco, continua a fazer sentido. O Ray ajuda-me tanto quando estou em baixo…penso imenso nele e nas suas frases e visões do dia a dia. É como se ele fosse aquele livro que sempre folheio quando estou em baixo à procura de conforto. Tenho saudades dele.
      Abraço,
      Breaks

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s

%d bloggers like this: